Ilustraçao sobre consertar

2 04 2009

Tenho uma matéria lá no IED chamada ilustração conceitual, quem nos dá aula é a Alessandra Kalko, e eu tinha que ilustrar uma matéria chamada “Pare de reciclar! Comece a consertar!” para a revista Capricho… Fiz esta ilustração abaixo pensando “ih, acho que não seria aprovada não”, mas a teacholina disse que passaria sim… Meninas moderninhas estas da Capricho, hein!

Os detalhes…

A matéria foi escrita no blog do Denis Burgierman, um fofo, mandou um e-mail comentando minha ilustração e me deixou super feliz:

Pare de reciclar! Comece a consertar!

O título deste post, deliciosamente polêmico, encerra o “manifesto pelo conserto”, ou “Repair Manifesto”, um movimento criado ontem pelos holandeses da Platform21. Veja o manifesto inteiro:

1. Faça seus produtos durarem mais!
Consertar significa a oportunidade de dar a um produto uma segunda vida. Consertar não é anticonsumo: é antidesperdício.

2. As coisas têm que ser projetadas para poderem ser consertadas
Designer de produtos: faça coisas consertáveis. Forneça informações claras sobre como consertar. Consumidor: compre coisas que você sabe que podem ser consertadas, ou descubra por que elas não existem. Seja crítico, faça perguntas.

3. Consertar não é substituir uma peça
Não estamos falando em jogar fora a parte que está quebrada, mas de realmente remendar criativamente.

4. O que não mata engorda
Toda vez que você conserta algo você acrescenta ao seu potencial, à sua história, à sua alma e à sua beleza inerente.

5. Consertar é um desafio criativo
Fazer reparos é bom para a imaginação e ensina a usar novas técnicas, ferramentas e materiais.

6. Conserto não sai de moda
Não se conserta para deixar os produtos na moda. Não há datas de validade para produtos que podem ser reparados.

7. Consertar é descobrir
Ao consertar você descobre coisas incríveis sobre como os objetos funcionam. Ou não funcionam.

8. Conserte – mesmo quando a crise acabar
Se você acha que este manifesto tem a ver com a recessão, esqueça. Não estamos falando de dinheiro, mas de mentalidade.

9. Coisas consertadas são únicas
Mesmo falsificações se tornam originais quando você as conserta.

10. Consertar é ser independente
Não seja um escravo da tecnologia – seja seu mestre.

11. Você pode consertar tudo, mesmo um saco plástico
Mas nós recomendamos arrumar uma sacola que dure mais. E, quando ela estragar, consertá-la.

Anúncios

Ações

Information

2 responses

2 05 2009
Ernâni Getirana

Parabéns, Márcia, pela bela ilustração e por ter ‘provocado’ a atenção do Denis Burgierman. Mostra que vocês (você, a professora e o Denis) estão atenados para coisas realmente significativas. Um abraço.

7 07 2009
Geison

Pode me ligar please.. Freeela pra vc
bjs
9616-6810

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: